• Sandra Carvalho

7 verdades inconvenientes sobre o meio ambiente do índice EPI, de Yale

Mais de metade da população do mundo vive em países com má qualidade do ar.

Ar poluído em Katerini, Grécia: causa de morte cada vez mais importante   |  Foto: cc0 Jason Blackeye/Unsplash

O Índice de Performance Ambiental da Universidade de Yale (EPI, na sigla em inglês) chama a atenção para fatos que pedem mais atenção. Em sua versão 2016, o EPI afirma:


1. A má qualidade do ar mata mais que a falta de abastecimento básico de água. Em 2013, últimos dados disponíveis, a água contaminada causou 2% das mortes globais, ou seja, 1,24 milhão de mortes. A má qualidade do ar respondeu por 10%, matando 5,52 milhões de pessoas.

À medida que os países se desenvolvem, investem em infraestrutura básica, tornando o consumo de água mais seguro. Mas, com o crescimento industrial, a urbanização e transporte cada vez mais motorizado, o ar fica cheio de componentes perigosos.


2. Mais de 3,5 bilhões de pessoas, metade da população mundial, vivem em países com má qualidade do ar. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o ar inseguro quando a exposição a partículas finas de poluição excede 10 microgramas por metro cúbico. Na China e na Coreia do Sul, mais da metade da população sofre com níveis inseguros de partículas finas. Na Índia e no Nepal, o percentual é de 75%.


3. O número de pessoas sem acesso a água limpa diminuiu pela metade de 2000 para cá. Hoje 550 milhões de pessoas não têm água segura, 8% da população mundial.


4. Atualmente 2,4 bilhões de pessoas vivem sem sistemas de esgoto. 23% dos países não trata a água usada.


5. Hoje 34% das reservas globais de peixe estão sendo excessivamente exploradas ou entraram em colapso.


6. Em 2014, 2,5 milhões de quilômetros quadrados de áreas verdes foram perdidos, uma área com o dobro de tamanho do Peru.


7. O mundo tem atualmente mais de 3 trilhões de árvores, contadas em solo e por satélite. Há uma perda anual de 15 bilhões de árvores.


Confira a situação geral do mundo neste mapa do EPI feito pela Universidade de Yale. Azul escuro significa a melhor performance ambiental e vermelho escuro a pior.

Brasil: em situação favorável, embora não ideal | Mapa: Universidade de Yale

#Água #Árvores #EPI #Esgoto #PoluiçãodoAr #SaneamentoBásico #Yale