• Sandra Carvalho

70 projetos de vacinas contra o coronavírus... e nada para já

A espera por uma vacina deve se estender por pelo menos um ano, um ano e meio.


O SARS-CoV-2 (amarelo) infecta célula em laboratório | cc NIAID/Flickr

Enquanto a pandemia do novo coronavírus varre o mundo, espalhando caos e morte, dezenas de laboratórios correm para chegar a uma vacina. Infelizmente, depois da perda de mais de 125 mil vidas, ainda não há vacina à vista.


Segundo os dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS, há 70 tentativas simultâneas de desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus.


Na lista da OMS, elaborada no dia 11, apenas três empresas aparecem já no estágio de fazer testes com humanos: a chinesa CanSino, de Tianjin, e as americanas Inovio, da Pensilvânia, e Moderna, de Massachusetts.


Mas a China anda correndo muito velozmente, e liberou dois outros testes clínicos entre domingo e segunda-feira: o sinal verde foi para a Sinovac, de Pequim, e para o Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan.


Todas as outras promessas de vacina da lista da OMS ainda estão na fase de avaliação pré-clínica.


Infelizmente, para desenvolver uma vacina com segurança, é preciso tempo. As previsões mais otimistas falam em uma espera de um ano pela vacina, ou um ano e meio.


Veja mais: A China já deu o primeiro passo em vacina contra coronavírus. Vale otimismo?


#Coronavírus #Epidemias #OMS #Vacinas