• Sandra Carvalho

9 dicas do New York Times para viagens sustentáveis

Há muitas maneiras de ser amigo do meio ambiente - não é só evitar aviões.


Liubliana, na Eslovênia: capital europeia amiga do meio ambiente | Foto: cc0 Sandra Carvalho

O pior turista, do ponto de vista do meio ambiente, é o super-rico que viaja em seu jatinho particular. Cada voo num jato privado queima 40 vezes mais carbono por passageiro do que um avião particular.


Mortais comuns viajam em linhas regulares, com uma pegada de carbono muito menor, mas como são imensamente mais numerosos, também fazem um bom estrago. Só as viagens internacionais de lazer chegam a 1,4 bilhão por ano, segundo o Our World in Data.


As emissões de dióxido de carbono pelos aviões, em viagens de turismo e negócios, já chegam a 2,5% das emissões de CO2, um dos piores vilões no campo dos gases de efeito estufa.


Assim, é perfeitamente natural que qualquer providência para uma viagem sustentável inclua evitar os voos, como a ativista Greta Thunberg faz, ou voar menos.


O New York Times listou uma série de dicas para quem quer ser um turista mais sustentável, começando justamente com os voos e sua pegada de carbono. Foi flexível o suficiente para pensar em sustentabilidade sem ser rígido demais.


As dicas:


1. Fique perto de casa, explorando sua vizinhança ou visitando os museus de sua cidade.


2. Se for longe, veja os destinos mais sustentáveis, como a Eslovênia, a Espanha ou o arquipélago de Palau, na Micronésia, Oceano Pacífico. Há uma lista já tradicional de 100 destinos verdes com ótimas opções.


3. Se for a um destino popular, vá fora dos meses de pico, para não aumentar os problemas de overturismo.


4. Visite lugares que precisam do seu apoio. (Para brasileiros, essa dica pode sugerir uma ida a Brumadinho e seu espetacular museu de Inhotim).


5. Se você for para praia, escolha uma área de reserva ambiental, para ajudar a proteger o meio ambiente e a vida aquática.


6. Use um site amigável ao meio ambiente para escolher as acomodações da viagem.


7. Considere optar por um agente de viagens sustentável.


8. Cheque com fontes independentes se as empresas são verdes mesmo ou se isso é só marketing.


9. Prefira acomodações, guias e programas locais, para permitir que seu dinheiro injete recursos na economia local.


#CO2 #Eslovênia #Espanha #GasesdeEfeitoEstufa #Overturismo #Sustentabilidade #Turismo #Viagens