• Sandra Carvalho

A expulsão dos maiores carnívoros do mundo de seus territórios

Tigres, lobos e leões estão confinados a áreas cada vez menores da África e Sudeste da Ásia.


 Leões africanos: o habitat de grandes carnívoros encolhe  | Foto: cc Derek/Julie Ramsey/Wikimedia Commons

O lobo vermelho e o lobo etíope já perderam 99% das terras em que viviam. O tigre foi expulso de 95% de seu território. O leão foi varrido de 94% de seu antigo habitat.


Os maiores carnívoros que vivem em terra - Canis rufus, Canis simensis, Panthera tigris, Panthera leo - estão confinados a áreas cada vez menores da África e do Sudeste da Ásia.


O resultado é que vários desses animais estão ameaçados de extinção. O lobo vermelho está em pior situação, criticamente ameaçado.


Mas também vivem sob ameaça de extinção o lobo etíope, o tigre, o cachorro selvagem africano, o leopardo da neve.


A expulsão dos grandes carnívoros de suas terras foi estudada por dois cientistas da Universidade Estadual de Oregon (OSU), Christopher Wolf e William Ripple. A pesquisa foi publicada no jornal Royal Society Open Science.


Os pesquisadores analisaram 25 grandes carnívoros da Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês).


No passado, os grandes carnívoros tinham à sua disposição 96% das terras do mundo. Eles são expulsos pela agricultura e pela pecuária, empurrados para dar lugar ao gado e às plantações.


Segundo a pesquisa, grandes regiões dos Estados Unidos e da Europa já perderam 100% de seus grandes carnívoros. As áreas onde eles conseguem sobreviver melhor têm população rural com baixa densidade e agricultura limitada.


Segundo os cientistas, para salvar os grandes carnívoros seria preciso reintroduzir os animais em áreas que já foram suas, contando com a tolerância humana para essa convivência. Não vai ser fácil.


#AnimaisAmeaçados #IUCN #Leões #Lobos #ListaVermelha #OSU #Tigres