• Sandra Carvalho

A luta do homem contra o plástico no Oceano Pacífico

Um sistema gigante de coleta de resíduos acaba de entrar em ação contra poluição do mar.


O sistema 001/B em ação: capturando lixo | Foto: Ocean Cleanup

A Grande Mancha de Plástico do Oceano Pacífico, que fica entre o Havaí e a Califórnia, é a maior concentração oceânica de lixo plástico do mundo. É um desafio homérico, mas começou a ser atacada sistematicamente este mês.


A organização Ocean Cleanup pôs em ação o Sistema 001/B, que usa as forças naturais do oceano para pegar e concentrar plástico, a fim de coletar os seus resíduos.


É a segunda tentativa da Ocean Cleanup de atacar o monstro plástico. Segundo a organização, o sistema 001/B tem conseguido capturar os resíduos visíveis na água, grandes redes de pesca comercial e também microplásticos de até 1 milímetro.


O pai da guerra contra o lixo dos mares é Boyan Slat, um inventor holandês de 25 anos, que largou a faculdade de engenharia aeroespacial para se dedicar à limpeza dos oceanos. Ele é o presidente da Ocean Cleanup.


A coleta do Sistema 001/B: resíduos de todo tipo | Foto: Ocean Cleanup

A ideia da Ocean Cleanup, assim que o sistema estiver azeitado, é recolher plástico para reciclagem.


A Grande Mancha de Plástico do Oceano Pacífico é um vórtex que puxa o lixo em redemoinhos. Estima-se que seja de 80 mil toneladas, com 1,8 trilhão de resíduos de plástico. A maior parte é de plástico mais rígido ou duro, como polietileno e polipropileno.


#Microplásticos #Plástico #Lixo #OceanoPacífico #PoluiçãodaÁgua