• Sandra Carvalho

Açúcar e saúde: suspeitas médicas abafadas quase 50 anos atrás

No fim dos anos 60 médicos associaram a sucrose a doenças de coração e câncer na bexiga.


Açúcar: pesquisas inconvenientes permaneceram em segredo | Foto: Sylvanus Urban/Unsplash

A indústria do açúcar seria capaz de manipular resultados de pesquisas científicas como a indústria do cigarro, para disfarçar seu impacto negativo sobre a saúde das pessoas ?


Aparentemente, sim. Três cientistas americanos da Universidade da Califórnia em San Francisco (UCSF) acabam de revelar como o Projeto 259, da Universidade de Birmingham, na Inglaterra, no fim dos anos 60, foi sepultado quando mostrou resultados inconvenientes.


Sua investigação foi publicada ontem no jornal PLOS Biology.


O problema: havia evidências de que sucrose podia estar associada a doenças do coração e a um aumento de risco de câncer na bexiga.


O estudo analisou os efeitos do consumo de açúcar no trato intestinal, comparados com os efeitos do consumo de amido fazendo testes em ratos.


Segundo os pesquisadores americanos, assim que a Fundação Internacional de Pesquisa sobre Açúcar soube dos resultados, pouco antes de o estudo terminar, retirou seu patrocínio. As evidências descobertas em Birmingham nunca foram divulgadas.


"Este tipo de manipulação de pesquisa é similar ao que a indústria do tabaco faz", afirmou Stanton Glantz, um dos autores da investigação da Universidade da Califórnia. "Este tipo de comportamento coloca em questão se estudos custeados pela indústria do açúcar são uma fonte confiável de informação."


#Açúcar #Câncer #DoençasDoCoração #UCSF #UniversidadedeBirmingham