Antibióticos contaminam as águas de 65% dos rios no mundo

Estão poluídos com remédios os rios Sena, Mekong, Danúbio, Tigre, Tâmisa, Chao Phraya...


Águas dos rios: o antibiótico mais encontrado é a trimetoprima | Foto: Universidade de York

Pense nos rios mais famosos do planeta : Tâmisa, Mekong, Sena, Tigre, Danúbio, Chao Phraya, Tibre... As águas desses rios e dezenas de outros em 72 países foram examinadas por cientistas das universidades inglesas de York e Exeter. O alerta: dois terços do rios têm traços de antibióticos. Em vários casos, em níveis alarmantes.

Os cientistas checaram a presença de 14 antibióticos nas águas dos rios. O pior caso de todos foi encontrado em Bangladesh, na Ásia, onde a quantidade do antibiótico metronidazol, usado para tratar infeções de pele e boca, estava 300 vezes acima dos níveis considerados seguros.

O antibiótico mais detectado foi a trimetoprima, utilizada para curar infeções do trato urinário. Ela foi registrada em 307 dos 711 lugares testados.

O perigo maior veio de outro antibiótico. A ciprofloxacina, indicada para infeções bacterianas, ultrapassou o nível de segurança em 51 dos lugares examinados.

Os cientistas observaram que a contaminação mais perigosa foi encontrada na África e na Ásia - não por acaso, onde se estão os países mais pobres, com legislação mais permissiva e fiscalização mais precária.

Mas os pesquisadores advertiram que a contaminação na Europa, na América do Norte e na América do Sul também preocupava, o que caracterizava um problema global.

#Antibióticos #PoluiçãodaÁgua #Rios #UniversidadedeExeter #UniversidadedeYork