• Sandra Carvalho

Aprenda a respirar com um prêmio Nobel

Inspirar pelo nariz e expirar pela boca ajuda a combater os vírus, diz cientista.


Inspirar pelo nariz: o segredo está na produção do óxido nítrico | Foto: cc0 Alfonso Cerezzo/Pixabay

O cientista americano Louis Ignarro, prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina, está empenhado em fazer as pessoas respirarem direito em meio à pandemia de coronavírus.


O jeito certo de respirar, ele afirma, é inspirar pelo nariz e expirar pela boca, como se faz nas aulas de ioga. Por quê? As cavidades nasais produzem óxido nítrico, o NO, que ajuda a combater os vírus e suas infecções.


O óxido nítrico vai direto para os pulmões quando se inspira o ar pelo nariz, aumentando o fluxo sanguíneo e os níveis de oxigênio no sangue.


Ignarro, que é professor de farmacologia molecular na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), sabe do que está falando: foi justamente com o óxido nítrico que ele ganhou o Nobel em 1998, junto com seus colegas Robert Furchgott e Ferid Murad.


Segundo Ignarro, o óxido nítrico nos pulmões ajuda a combater o novo coronavírus, impedindo que se reproduza ali.


Mesmo fora de um cenário de infeçções, respirar da maneira correta traz benefícios, ele argumenta. Como? O nível mais alto de oxigênio no sangue faz as pessoas se sentirem mais dispostas e com maior resistência.


O NO é um gás natural produzido pelo corpo no endotélio, o tecido que reveste os vasos sanguíneos. Ignarro dissecou seus benefícios, inclusive as aplicações médicas, num artigo recente no site The Conversation.


Veja mais: Cocô de pinguim-rei deixa pesquisadores muito loucos


#Coronavírus #Infecções #NO #Pulmões #UCLA #Vírus