• Sandra Carvalho

As 11 melhores cidades do mundo para estudar fora

No ranking da QS, São Paulo fica em 80º lugar, atrás de Buenos Aires e Santiago.


Londres
Londres: a cidade mais legal para quem estuda fora | Foto: cc0 Luke Tanis/Unsplash

Os Estados Unidos podem ter as melhores universidades do mundo, mas não as melhores cidades para estudar. Entre as 11 cidades mais interessantes para os estudantes segundo o ranking da editora Quacquarelli Symonds (#QS), só entra Boston, em Massachusetts.


As melhores cidades para estudantes, de acordo com a QS, se concentram mais Europa, mas se encontram também na Ásia e na Oceania. O ranking leva em consideração apenas as cidades com mais de 250 mil habitantes. Confira:

Cidades

​Pontuação

Londres (Reino Unido)

100

Munique (Alemanha)

97,4

Seul (Coreia do Sul)

96,1

Tóquio (Japão)

96,1

Berlim (Alemanha)

95,9

Melbourne (Austrália)

95,5

Zurique (Suíça)

94,9

Sydney (Austrália)

94,3

Boston (Estados Unidos)

92,1

Montreal (Canadá)

92,1

Paris (França)

92,1

Fonte: QS Best Student Cities 2022

A lista abrange 115 cidades. São Paulo, a única cidade brasileira a entrar na lista, fica em 80º lugar, atrás de Buenos (22º), Santiago do Chile (57º) e Cidade do México (68º).


Outras cidades latino-americanas entram na lista, mas depois de São Paulo: Monterrey, no México (97ª), Bogotá, na Colômbia (98ª) e Lima, no Peru (115ª), a lanterninha do ranking e patrocinadora da lista.


Quais os critérios da QS para escolher as cidades? O ranking valoriza cidades com universidades bem colocadas nos rankings das melhores do mundo, com uma proporção grande de estudantes internacionais, conhecidas pela alta qualidade de vida.


Entre os indicadores considerados, estão custo de vida, segurança, poluição, corrupção, reputação entre estudantes e perspectivas de emprego. ✔︎


Veja mais: As 10 cidades mais baratas para viver de trabalho remoto