• Sandra Carvalho

As cidades mais caras do mundo, segundo The Economist

A comparação abrange preços do pão, vinho, cigarro e gasolina.



Metade das 10 cidades mais caras do mundo fica na Ásia. Cingapura, a mais cara de todas, é seguida por de sua maior rival, Hong Kong.


Depois vem Zurique, na Suíça, na terceira posição, acompanhada por duas cidades japonesas: Tóquio e Osaka.


O levantamento, feito por The Economist Intelligence Unit, reflete a variação das moedas, além do custo de vida local.


Entre os itens medidos, estão o preço do quilo do pão, da garrafa de vinho, do maço de cigarros e do litro de gasolina sem chumbo. Veja, no vídeo de 3:41, os dados mais importantes.


As cidades brasileiras aparecem modestamente no ranking. São Paulo, na 78ª posição, e o Rio de Janeiro, em 86º lugar.


Ambas encabeçam a lista das cidades que mais subiram no ranking das mais caras nesta versão da lista.