• Sandra Carvalho

As cidades que mais vacinam em São Paulo

Cinco das maiores cidades do estado já imunizaram completamente 70% das pessoas.


vacinação em Campinas
Vacinação em Campinas: taxa de vacinação completa é de 66,8% | Foto: cc Eduardo Lopes/Fotos Públicas

Uru, Adolfo, Turmalina, Dolcinópolis, Parisi. Quem ouviu falar dessas cidadezinhas paulistas, que não chegam sequer a 4 mil habitantes? Pois são elas as campeãs do ranking de imunização completa do estado de São Paulo, com mais de 91% da população vacinada.


As maiores cidades, acima de 300 mil habitantes, muito mais poderosas, são ofuscadas pelas nanicas. Nenhuma entra na lista entre as 100 primeiras. Mas isso não quer dizer muita coisa.


O motivo: não é que as maiores cidades não tenham um bom desempenho em imunização completa - entre as 26 cidades cidades paulistas com mais de 300 mil habitantes, 25 estão com taxa de imunização completa acima ou muito acima da média nacional, hoje de 52,9%.


É que diversas cidades pequenas estão mostrando uma performance excepcional. Seis delas superam os países que mais imunizam, como Portugal, com uma taxa de 89%, ou o Chile, com 85%.


Entre as maiores cidades paulistas, São Paulo, Piracicaba, Santos, São José do Rio Preto e Jundiaí ultrapassam a barreira dos 70% de pessoas completamente vacinadas (a média do estado está em 66,6% nesta quarta-feira). Confira na tabela:

​Cidade

Imunização completa

População

Piracicaba

71,7%

407 mil

Santos

71,5%

433 mil

São José do Rio Preto

71,5%

464 mil

Jundiaí

70,8%

423 mil

São Paulo

70,0%

12,3 milhões

Taubaté

67,4%

721 mil

Santo André

67,1%

317 mil

Bauru

67%

379 mil

Campinas

66,8%

1,2 milhão

São José dos Campos

66,6%

729 mil

Ribeirão Preto

66,2%

711 mil

São Bernardo do Campo

65,8%

844 mil

Praia Grande

64,9%

330 mil

Franca

64,5%

355 mil

Osasco

64,0%

699 mil

Mogi das Cruzes

63,9%

450 mil

Diadema

63,4%

426 mil

Sorocaba

61,5%

422 mil

Carapicuíba

61,4%

403 mil

Guarulhos

60,1%

1, 3 milhão

Limeira

59,7%

308 mil

Suzano

57,2%

300 mil

Guarujá

56,8%

322 mil

São Vicente

56,7%

368 mil

Mauá

55,9%

477 mil

Itaquaquecetuba

52,5%

375 mil

Fonte: PEI/SP

Veja mais: Como Brasil está em vacinas entre as maiores economias?