• Sandra Carvalho

Baixa renda e artigos de luxo são uma combinação tóxica, dizem cientistas

A busca de status pega mais as pessoas extrovertidas, que são mais sociáveis.


Shopping center em Bangkok: a atração é maior para pessoas de personalidade extrovertida   | Foto: cc0 Pixabay

Cientistas britânicos estudaram o comportamento de pessoas com renda baixa e personalidade extrovertida e concluíram que elas compram mais artigos de luxo, por status, do que pessoas introvertidas.


O estudo, de cientistas da universidade College London (UCL), foi publicado ontem no jornal Psychological Science.


Sabe-se desde os anos 90 que pessoas com rendimentos menores tendem a gastar uma proporção maior em produtos e serviços para aumentar seu status do que pessoas que estão em boa situação financeira.


Na década passada, pesquisas mostraram que consumidores de baixa renda que investem em consumo conspícuo podem perpetuar sua má condição financeira, porque isso limita investimentos em si próprios (por exemplo, gastos com educação).


Esse estudo atual da UCL mostra que o impacto da baixa renda não é o mesmo para todas as pessoas. Os cientistas argumentam que quanto mais as pessoas de baixa renda focam no seu status social e econômico, mais fazem compras para compensar isso.


Extrovertidos e luxo


Extrovertidos, que tendem ser mais sociáveis e mais ambiciosos, quando têm renda baixa tendem a valorizar mais status e gastar mais com isso, de acordo com a pesquisa.


"Nosso estudo deixa claro que a personalidade extrovertida induz pessoas de baixa renda a comprar mais produtos de luxo", disse Blaine Landis, um dos autores do estudo, num comunicado da universidade.


"Esperamos que essa nova associação nos ajude a entender melhor quais pessoas tendem a ter comportamentos que perpetuam suas más condições financeiras", observou Joe Gladstone, outro autor do estudo.


A pesquisa abrangeu 719 consumidores ao longo de 12 meses, e analisou com gastos em cartões e dinheiro vivo.


Foram considerados na categoria status itens como viagens ao exterior, golfe, produtos eletrônicos e instituições de arte. Na categoria de baixo status entraram lojas de desconto, penhores e produtos usados.


A diferença entre o comportamento de pessoas extrovertidas e introvertidas diminui muito entre as pessoas de melhor situação financeira, de acordo com a pesquisa. Nesse nível, os introvertidos compram mais produtos e serviços considerados de luxo.


#Comportamento #Consumismo #ConsumoConspícuo #Extrovertidos #Psicologia #UCL