• Sandra Carvalho

Banir carros velhos melhora muito o ar das cidades. Leipzig prova

Carros velhos a diesel foram proibidos, com pouquíssimas exceções.


Leipzig: queda dramática da poluição mais nociva à saúde | Foto: cc0/Pixabay

A cidade alemã de Leipzig, na Saxônia, com pouco mais de 500 mil habitantes, já teve o ar muito contaminado pelas emissões dos carros movidos a diesel, como é comum em metrópoles europeias.

Mas hoje já se respira outro ar na cidade, depois de medidas duras contra a poluição.

Em 2011, Leipzig baniu todos os veículos a diesel antigos, com pouquíssimas exceções. A área de proibição, chamada de Zona de Baixa Emissão, abrangeu dois terços do território da cidade. Só carros com adesivos verdes podiam circular por ali.

A medida, antipática a princípio, teve resultados positivos óbvios.

Com o banimento, houve uma modernização forçada da frota de veículos da cidade, principalmente de empresas pequenas e médias.

Com isso, a concentração de massa de partículas PM10 e PM2,5 foi ligeiramente diminuída (5%). Os maiores ganhos foram outros.

Resultado: ar mais limpo | Imagem: Instituto de Pesquisa Troposférica

A concentração de partículas de fuligem de carbono preto no nível da rua diminuiu 60% no centro da cidade.

Essas partículas de fuligem são consideradas as mais perigosas, por terem componentes carcinogênicos como hidrocarbonetos aromáticos policíclicos.

Além disso, a concentração no nível da rua de partículas ultrafinas, que podem penetrar profundamente nos pulmões, caiu 70% na área central.

Ainda a resolver, a concentração de óxido de nitrogênio, que permanece inalterada.

Esses resultados, resumidos no gráfico, estão num estudo do Instituto de Pesquisa Troposférica Leibniz e do Departamento de Meio Ambiente da Saxônia.

Os resultados completos do estudo, em alemão, podem ser baixados gratuitamente.

#Alemanha #Cidades #Combustíveis #Diesel #PM10 #PM25 #PoluiçãoDoAr #Veículos