• Sandra Carvalho

Brasil tem uma Espanha inteira para reflorestar

Regenerar terras da Amazônia e da Mata Atlântica pode virar um negócio promissor no país.


Amazônia desflorestada
Área devastada na Amazônia: oportunidade de negócio | Foto: cc Frank Krämer/Flickr

O Brasil tem uma reserva de 50 milhões de hectares de terras reflorestáveis, uma área equivalente a todo o território da Espanha, para regenerar e sequestrar carbono.


A estimativa é do professor de Ecologia Renato Crouzeilles, da #UFRJ, um defensor da participação ativa do país no mercado global de sequestro de carbono.


Ele prevê que o mercado voluntário de sequestro de carbono deve crescer até 15 vezes entre 2020 e 2030.


Para chegar à meta da ONU de emissão zero de gases de efeito estufa até metade do século, será preciso sequestrar entre 7 e 13 gigatoneladas de carbono por ano, segundo os cálculos feitos pelo professor citados pela Agência Fapesp.


Os preços do carbono sequestrado no mercado ainda são baixos, mas tendem a subir, de acordo com Crouizelles.


Ele chama a atenção para as vantagens do Brasil nesse campo: enorme área disponível, baixo custo de reflorestamento, sobretudo na Amazônia, e grande potencial para regeneração assistida de florestas. ✔︎


Veja mais: Mais pastos na Amazônia, mais gases de efeito estufa

Qual é o truque para regenerar florestas?