• Sandra Carvalho

Bulimia, a compulsão que não se nota

Entupir-se de comida e vomitar são as características mais comuns da bulimia.


Camila Mendes, da série Riverdale, foi vítima de bulimia | Imagem: reprodução YouTube de Jimmy Kimmel

Quem sofre de bulimia pode parecer perfeitamente saudável. Em certos momentos, come descontroladamente, até se empanturrar. Mas logo depois compensa.


Como? Vomitando, fazendo jejum, tomando laxante e diurético, malhando obsessivamente. Acaba não ganhando peso, ou engordando muito pouco.

Aí é que mora o perigo. Ao contrário das pessoas anoréxicas, que definham e ficam esqueléticas, os bulímicos não dão pistas óbvias de que sofrem de um transtorno alimentar sério. Podem ficar sem ajuda tempo demais.


A saúde paga o preço da perseguição a um modelo de corpo magro a qualquer custo. A #gordofobia é sempre aquela pressão a mais pelo físico irrealisticamente ideal. A saúde da boca é uma das primeiras a sofrer.


Vomitar a toda hora pode afetar o esmalte dos dentes e mudar sua cor e sua forma. As pontas dos dentes podem enfraquecer e quebrar com facilidade.


Os sangramentos também podem se tornar comuns, porque a gengiva e os outros tecidos da boca declinam. As cáries, as gengivites e as periodontites tendem a aparecer, inclusive com perda de dentes.


Boa recuperação


Os vômitos frequentes também podem levar a dores crônicas na garganta e pequenas hemorragias na área do palato.


Segundo a Clínica Mayo, as complicações da bulimia podem incluir desidratação e consequente falência renal, doenças do coração, interrupção da menstruação nas mulheres, ansiedade e depressão, abuso de álcool e drogas, automutilação, pensamentos suicidas e suicídio.


Ainda assim, a bulimia está longe de ser uma sentença de morte. Atinge 1% das mulheres jovens e 0,1% dos homens jovens. Pode matar, se não tratada, mas quem procura ajuda tem altas chances de recuperação.


Médicos do Hospital Geral de Massachusetts (MGH), nos Estados Unidos, estudaram o transtorno e constataram que dois terços de suas vítimas se recuperam e vivem por décadas sem a doença depois de se tratar.


A atriz Camila Mendes, da série Riverdale, é uma das pessoas que conseguiram se livrar da bulimia. Hoje, ajuda as vítimas de distúrbios alimentares a lutar contra o problema.


#Anorexia #Bulimia #DistúrbiosAlimentares #Doenças #Gordofobia #Suicídio