• Sandra Carvalho

Capim das fazendas invade o Cerrado

Plantas invasoras dos pastos conquistam áreas de conservação.


Chapada dos Veadeiros, uma das faces do Cerrado | Foto: cc Studio HK/Flickr

A exuberância peculiar do Cerrado, onde até 35 espécies de plantas convivem por metro quadrado, está ameaçada pela invasão do capim das fazendas.


A maioria dos pastos na região é formada pelo capim braquiária, uma gramínea invasora, trazida da África para o Brasil por crescer muito rapidamente, ocupar logo o solo e resistir à seca.


O capim braquiária está escapando dos pastos por conta própria e invadindo as áreas de conservação do Cerrado, ameaçando espécies de propriedades medicinais como a catuaba e a mama-cadela.


A ameaça foi registrada num estudo da Unesp publicado no Journal of Environmental Management. A pesquisa examinou formas de controle tanto do capim braquiária (Urochloa brizantha) quanto do capim-gordura (Melinis minuflora) com uso correto do fogo.


O resultado: o capim-gordura foi controlado por queimadas em todas as épocas, e o capim braquiária não foi controlado em nenhuma.


"O controle de gramíneas invasoras em áreas de Cerrado será ainda mais desafiador no futuro, já que mesmo espécies similares respondem de forma distinta a iniciativas de manejo", comentou Gabriella Damasceno, principal autora do estudo, para a agência Fapesp.


#BiomasBrasileiros #Cerrado #PlantasInvasoras #PlantasMedicinais