• Sandra Carvalho

Cara de carro de Fórmula 1, mas jeitão de helicóptero. É o DR-7, da DeLorean

Esse carro voador é mais leve que helicópteros e voa até 93 KM sem carregar a bateria.


DR-7: menos de 6 metros movidos a bateria elétrica | Foto: DeLorean Aerospace

Ainda não há congestionamento de carros voadores no ar - a maioria está em estágio inicial de desenvolvimento - mas, em terra, os projetos e as suas startups estão se acumulando.


O DR-7 é um filhote da DeLorean Aerospace, de Los Angeles, uma empresa criada especialmente para transporte aéreo pessoal em Laguna Beach, Califórnia


Não pense em transporte aéreo de milionários ou altos executivos - a empresa afirma: seu negócio é transporte aéreo pessoal para massas.


Com sistema de motor elétrico, corpo de carbono monobloco e quatro asas, o DR-T é mais leve que os helicópteros. Cabe numa garagem (americana): tem 5,94 metros de cumprimento por 5,6 de largura com as asas abertas.


O DR-7 voa até 93 quilômetros sem recarregar a bateria elétrica, com velocidade de cruzeiro de 241 quilômetros por hora.


Já tem patente garantida, embora não para todas as suas características. Esses processos pendentes estão correndo nos Estados Unidos e fora de lá.


Segundo a DeLorean, o DR-7 não é propriamente um carro voador, mas um veículo de decolagem e aterrissagem vertical - VTOL, na sigla em inglês. É a mesma categoria dos helicópteros.


Com um sistema de vôo autônomo, o DR-7 poderia ser usado com um mínimo de treinamento por quem só quer saber de chegar mais rápido, de acordo com a DeLorean. Mas tem a opção de controle manual, para hobbistas.


Para a empresa, ele também seria uma alternativa de táxi aéreo, como o carro voador alemão Volocopter.


A DeLorean foi fundada em 2012 pelo inventor Paul J. DeLorean, sobrinho de John DeLorean, industrial que produziu o carro do filme De Volta para o Futuro.


Com o DR-7, o sobrinho retoma as tradições futuristas da família.



#Califórnia #CarrosVoadores #Startups #Transportes #Veículos