• Sandra Carvalho

Carro a gasolina? É quase passado para os noruegueses

Com população minúscula, a Noruega é o maior mercado de carros elétricos da Europa.


BMW, Volkswagen e Nissan: mudança para elétricos | Fotos: BMW, Volkswagen e Nissan

Os noruegueses se preparam para dar uma dispensada completa nos carros a gasolina, pelo jeito com que andam comprando carros elétricos.


O governo já sugere que talvez não haja mais carros a gasolina ou a diesel à venda na Noruega em 2025, segundo a Bloomberg Businessweek.


A dispensada está engatilhada: 1 em cada 4 carros comprados no ano passado no país já era um veículo elétrico plug-in (que pode ser carregado na tomada elétrica).


Em janeiro deste ano, aproximadamente metade dos carros comprados em Oslo, capital da Noruega, eram elétricos puros ou híbridos plug-in.


A Noruega, com sua população minúscula, de 5,2 milhões de habitantes, já é o maior mercado de carros elétricos plug-in da Europa toda.


Rodam no país, hoje, aproximadamente 100 mil carros elétricos de todos os tipos. Só nos Estados Unidos, China e Japão há uma concentração maior desse tipo de automóvel.


A guinada dos noruegueses em direção aos carros elétricos vem sendo estimulada pelo governo há muitos anos, com isenção de impostos, pedágios liberados, estações de recarregamento de bateria gratuito, permissão para trafegar em faixas normalmente só reservadas aos ônibus, transporte gratuito em ferries etc.


A ironia da estória é que a Noruega e seu altíssimo nível de vida são em grande parte bancados pelo dinheiro das exportações de petróleo do país.