• Sandra Carvalho

Carros elétricos: muito falados, pouco comprados

Amigos do meio ambiente, os carros elétricos ainda são apenas 1% da frota mundial.


Carro elétrico: avanço lento | Foto: cc0 Stux/Pixabay

Os carros elétricos conquistaram a mente e o coração de muita gente, com seu aceno de emissão zero de poluentes e economia nos gastos com energia. Mas ainda não conquistaram as ruas: de cada 100 carros rodando pelo mundo, apenas 1 é elétrico.


Os dados são da IEA, a Agência Internacional de Energia, que acaba de soltar seu relatório anual sobre as perspectivas globais dos veículos elétricos.


Claro que há avanços - em 2010, havia apenas 17 mil carros elétricos no planeta. Hoje a frota mundial chega a 7,2 milhões.


No ano passado, se venderam mais carros elétricos do que em qualquer outro ano no mundo - 2, 1 milhões, de acordo com a IEA. É meio copo cheio.


Meio copo vazio: os carros com motores a combustão, muito mais nocivos ao ar das cidades e das estradas, ganharam de lavada a disputa pelo consumidor. Carros elétricos foram somente 2,6% das vendas.


Confira no gráfico da IEA a evolução da frota elétrica de carros.



Nesse mercado que cresce devagar, a China é um fenômeno andando rápido. Rodam no país 47% dos carros elétricos do mundo. Lá estão 52% dos postos públicos de carregamento lento de baterias, e 82% dos de carregamento rápido no globo.


E a China nem é o país com a maior proporção de carros elétricos do mundo, longe disso - esse país é a Noruega.


Veja mais: Os donos do petróleo em 2019


#Carros #CarrosElétricos #Combustíveis #Energia #IEA #Negócios #Sustentabilidade #Vendas