• Sandra Carvalho

China fecha 1º laboratório que publicou genoma do coronavírus

O laboratório, de Xangai, compartilhou o genoma do novo vírus antes do governo.


Coronavírus em micrografia eletrônica | Imagem: NIAID/Flickr

O laboratório do Centro Clínico de Saúde Pública de Xangai recebeu ordem para fechar para uma "retificação" em 12 janeiro, um dia depois de publicar pela primeira vez no mundo a sequência do genoma do novo coronavírus.


A informação saiu agora no jornal South China Morning Post, de Hong Kong. Segundo o jornal, o laboratório já pediu quatro vezes para reabrir mas não recebeu resposta. A ordem de fechamento foi dada pela Comissão de Saúde de Xangai.


A equipe de cientistas que publicou pela primeira vez o genoma do novo coronavírus é dirigida pelo professor Zhang Yongzhen, da Universidade Fudan, uma das melhores da China. Ele é um pesquisador da área de Biologia Molecular e Virologia.


O laboratório de Xangai publicou o genoma do novo coronavírus algumas horas antes de a Comissão Nacional de Saúde da China (NHC, na sigla em inglês) comunicar à Organização Mundial de Saúde (OMS) que iria compartilhar o genoma do vírus.


O sequência completa do genoma tinha sido concluída pelo laboratório de Xangai no dia 5 de janeiro, dois dias antes de a China anunciar que o surto de pneumonia de Wuhan era causado por um novo coronavírus.


A equipe do professor Zhang Yongzhen diz que comunicou a conclusão do sequenciamento do genoma à NHC no próprio dia 5 de janeiro, recomendando medidas de controle da doença.


Como viu que o público não foi avisado para se prevenir do novo coronavírus, no dia 11 publicou o genoma numa plataforma aberta, a virological.org, e no banco de dados genéticos americano GenBank, do Instituto Nacional de Saúde ( NIH, na sigla em inglês), também de acesso público.


#China #Cientistas #Coronavírus #Epidemias #Fudan #Genoma #NHC #NIH #OMS