• Sandra Carvalho

Como descobrir se um pássaro é selvagem ou não?

Ecologistas da Universidade de Hong Kong acharam uma maneira de saber.


Cacatuas
Cacatuas em Hong Kong: pets valorizados | Foto: cc Sek Keung Io/Flickr

As cacatuas sulfúreas são pássaros encantadores da Indonésia e do Timor-Leste, de plumagem branca e crista amarela. Justamente por serem encantadores, se tornaram pets disputados ao redor do mundo. Resultado: a espécie está criticamente ameaçada.


Hoje restam menos de 2.500 cacatuas sulfúreas (Cacatua sulphurea) em todo o globo, segundo estimativas da União Internacional de Conservação da Natureza, a #IUCN. A captura e a venda estão proibidas internacionalmente desde 2005, mas isso não impede o comércio ilegal.


Em Hong Kong há um número apreciável desses pássaros, entre 150 e 200. Eles precisam ser protegidos. Quais deles foram capturados ilegalmente, e não podem ser comercializados de jeito nenhum, e quais foram criados em cativeiro, e em certos casos podem ser vendidos como pets, de acordo com a legislação local?


Ecologistas do Laboratório Forense de Conservação da Divisão de Pesquisa de Ecologia e Biodiversidade da Universidade de Hong Kong (#HKU), mataram a charada. Eles analisaram os isótopos das penas de cacatuas selvagens e das criadas em cativeiro para distinguir umas das outras.


Nos testes, os pesquisadores constataram que os valores estáveis de isótopos de carbono e nitrogênio eram bem diferentes entre as cacatuas selvagens e as cativas, representando dietas com diferentes plantas e proteínas. Eles também verificaram que isótopos associados a seis aminoácidos diferiam bastante.


Os testes já passam a ser uma arma nova para combater o comércio ilegal das aves. O estudo foi publicado no jornal Animal Conservation.


Cacatuas à venda em Hong Kong | Foto: Astrid Andersson/Universidade de Hong Kong

Veja mais: Harpias estão famintas nas bordas da Amazônia