• Sandra Carvalho

Coronavírus: Brasil caminha para epidemia mais letal do mundo

A projeção é de cientistas da Universidade de Washington.


Cemitério em Manaus: o pico já pode ter passado no Amazonas | Foto: cc Marcio James/Semcom

O que já era ruim está ficando pior. O IHME, instituto de métricas da Universidade de Washington, prevê uma escalada da pandemia do novo coronavírus nas próximas semanas no país, levando a 165 mil mortes acumuladas até os primeiros dias de agosto.


Trata-se de um salto substancial em relação à primeira predição feita pelo IHME há menos de um mês, que apontava 88 mil mortes. Considerando-se o tamanho da população, 165 mil mortes fariam da epidemia brasileira a mais letal do mundo.


Para os Estados Unidos, o instituto prevê 140 mil mortes acumuladas até o início de agosto. Muito mais gente morreu até hoje nos EUA ( 109 mil pessoas ) do que no Brasil ( 35 mil), segundo os dados da Universidade Johns Hopkins.


Mas a tendência é que as mortes diárias diminuam lá e aumentem aqui. Confira no gráfico, que mostra as mortes por 100 mil habitantes até hoje nos dois países e as projeções até o começo de agosto.


Brasil em vermelho, EUA em roxo e outros países em cinza: mortes diárias por 100 mil habitantes | Gráfico: IHME

Os cientistas do IHME consideram que o pico da pandemia já pode ter passado em alguns estados brasileiros, como Amazonas e Pará. Mas eles dizem que a trajetória de queda de mortes é gradual, o que faria o número de vítimas fatais acumuladas continuar crescendo mesmo lá nas próximas semanas.


A advertência do instituto: a menos que uma ação coordenada contra a pandemia seja feita no país, as mortes continuarão subindo.


Confira o gráfico que compara as mortes diárias por 100 mil habitantes no Amazonas com a evolução no resto do Brasil:


Amazonas em vermelho, Brasil em preto e o restante em cinza: mortes diárias por 100 mil habitantes | Gráfico: IHME

Veja mais: Mais gente deve usar máscara médica, diz OMS


#Amazonas #Brasil #Coronavírus #Covid19 #Epidemias #IHME #Mortes #UW