• Sandra Carvalho

Criança que estuda música se dá melhor com matemática

O estudo de música instrumental é particularmente eficiente.


Música instrumental: maior eficiência | Foto: cc0 Siniz Kim/Unsplash

Uma pesquisa da Universidade de Colúmbia Britânica (UBC), no Canadá, jogou por terra um velho preconceito: a de que estudar música na infância é perda de tempo.

Na verdade, crianças que estudam música se dão melhor que as outras em matemática, ciência e inglês no fim do ensino secundário. Academicamente, estão um ano à frente.

É o que mostrou a análise de dados de 112 mil estudantes da Colúmbia Britânica que terminaram o grau 12 da high school entre os anos de 2012 e 2015.

O estudo de música instrumental se mostrou particularmente eficiente, envolvendo formações de orquestras, bandas de jazzz e corais.

O professor Martin Guhn, um dos autores da pesquisa , enumerou as características do estudo de música que ajudam a desenvolver a capacidade cognitiva e a motivação para aprender das crianças e adolescentes.

Os estudantes têm de aprender a ler música, desenvolver coordenação de olho, mão e mente, aprimorar habilidades para aprender e trabalhar em equipe e treinar a disciplina para a prática da música. "Aprender a tocar um instrumento musical e tocar em conjunto exige muito", comentou.

#Adolescentes #Crianças #Educação #Música #UBC