• Sandra Carvalho

Desmatamento + impunidade = mais gases de efeito estufa no Brasil

A disparada da poluição está associada à devastação da floresta na Amazônia.


Desmatamento da Amazônia: o Pará virou o estado mais poluidor  | Foto: Cristino Martins/Agência Pará

O Brasil está andando para trás em gases de efeito estufa. Eles voltaram ao nível de 2008, com a emissão de 2,3 bilhões de toneladas brutas de gases equivalentes a gás carbônico em 2016.


Com isso, o país dá uma contribuição de 3,4% ao total global de CO2e jogado no ambiente. É o segundo ano consecutivo que esses gases de efeito estufa aumentam, apesar da economia em recessão.


Os dados são do SEEG (Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa) da ONG Observatório do Clima. Segundo o sistema, enquanto o PIB caiu 7,4% em 2015 e 2016, os gases de efeito estufa aumentaram 12,3%.


Explica-se: a disparada da poluição tem mais a ver com o desmatamento da Amazônia do que com qualquer aquecimento da economia.


Segundo o SEEG, em 2016 o desmatamento por lá cresceu nada menos que 27%. As emissões por mudança de uso da terra responderam por 51% das emissões de gases de efeito estufa no país no passado.


O peso da mudança do uso da terra é tão grande que faz do Pará o estado mais poluidor do país. Confira no infográfico.



#Amazônia #Desmatamento #CO2 #FlorestaAmazônica #GasesdeEfeitoEstufa #PA