Dor lombar? Ioga e tai chi podem ser um alívio

Pesquisadores da Universidade Atlântica da Flórida avaliam essas práticas como tratamento.


Ioga: evidências empíricas de que funciona | Foto: Wix

Entre 60% e 70% das pessoas sofrem com dores na lombar nos países industrializados, em algum momento da vida, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS.


Pesquisadores da Universidade Atlântica da Flórida (Florida ATlantic) estudaram essas dores em forma crônica e acham que é possível que sejam tratadas com eficácia com ioga, tai chi e qigong.


Eles analisaram especialmente os estudos existentes sobre intervenções terapêuticas de corpo e mente que combinam exercícios físicos suaves com alongamento e atenção plena (mindfulness).


Reuniram evidências empíricas de que a ioga, se bastante praticada, pode reduzir as dores lombares, e que tai chi diminui as dores lombares agudas em homens na faixa dos 20 anos.


Os pesquisadores ficaram mais reticentes sobre qigong, porque havia poucos estudos sobre a prática: apenas três. Para quem não conhece qigong, trata-se de uma terapia baseada em atenção e consciência do corpo durante movimentos fluidos e repetitivos.


"Ioga, tai chi e qigong poderiam ser usados como alternativa efetiva de tratamento, em vez de remédios contra a dor, cirurgias e injeções que bloqueiam nervos, que são associados a uma alta incidência de efeitos adversos", observou Juyoung Park, um dos autores do estudo. "Mas precisamos de mais ensaios clínicos e evidência empírica."


O estudo foi publicado no jornal Holistic Nursing Practice.


#AtençãoPlena #Dores #DorLombar #DornasCostas #FloridaAtlantic #Ioga #Qigong #TaiChi