Drones vão replantar manguezais destruídos em Mianmar

As florestas de manguezais têm desaparecido 3 vezes mais rápido que as florestas tropicais.


Drone da BioCarbon em Mianmar | Foto: reprodução BioCarbon/YouTube

Florestas de manguezais têm uma importância vital em Mianmar: proteger quem mora no litoral da fúria do oceano e dos tsunamis, velhos conhecidos da região.


Ainda assim, essas florestas de manguezais têm desaparecido três vezes mais rápido do mapa que as florestas tropicais, atacadas pela queima de carvão e fazendas de camarão. No Parque Thor Heyerdahl, restam apenas 16% da floresta original.


Para recuperar os manguezais do parque, um trabalho de replantio tem sido feito manualmente, há vários anos.


Até agora, 2,5 milhões de árvores foram plantadas e resgatadas pela fundação Worldview International (WIF, na sigla em inglês). Mas resta replantar muito mais, para chegar a 17 milhões de árvores.


Parque Thor Heyerdahl, em Mianmar | Foto: WIF

É aí que os drones entram. A fundação recrutou a startup britânica BioCarbon Engineering, criada por um ex-engenheiro da NASA e baseada em Oxford, na Inglaterra, para acelerar o replantio.


A BioCarbon diz que consegue plantar 100 mil árvores por dia com os drones. O objetivo é de 1 milhão de árvores. O plantio começa em setembro.


A BioCarbon trabalha em três estágios. Inicialmente os drones mapeiam a área, orientados por dados levantados por satélites. Nesse voo, eles capturam imagens detalhadas, com resolução de um centímetro.


Recolhem os dados que permitirão determinar as melhores áreas para o plantio, os tipos de vegetação mais adequados e os obstáculos a evitar.


Numa segunda fase, os drones, voando a dois ou três metros do solo, disparam cápsulas biodegradáveis com as sementes já germinadas no solo.


Drone segue trajeto de plantio | Foto: reprodução BioCarbon?YouTube

Um pequeno recipiente pressurizado ajuda as cápsulas a penetrarem na terra. Dentro das cápsulas, um hidrogel nutritivo reduz o impacto da ação sobre as sementes e garante os nutrientes necessários para o desenvolvimento da planta.


A terceira fase é de monitoramento do crescimento das árvores. Este vídeo de 1:57 da BioCarbon, hospedado no YouTube, descreve didaticamente o processo.



Segundo a BioCarbon, com esse sistema é possível plantar 10 vezes mais rápido do que métodos tradicionais, e com apenas 15% dos custos. A conferir.


#Drones #Florestas #Manguezais #Mianmar