• Sandra Carvalho

Em 20 anos, a Netflix criou uma mágica que dá cada vez mais certo

São 104 milhões de assinantes ao redor do mundo, em 190 países.


Foto de prédio da Netflix com atores ao fundo
Netflix: tudo começou com aluguel de DVDs | Foto: Netflix

Hoje faz exatos 20 anos que dois engenheiros de software criaram uma startup para alugar filmes em DVD na cidadezinha de Scotts Valley, na Califórnia.


De lá para cá, a startup mudou sua missão para streaming de vídeos e se transformou no que a Netflix é hoje: um monstro da indústria do entretenimento, com 104 milhões de assinantes ao redor do mundo e operações em 190 países.


A cada dia, exibe 125 milhões de horas de programas de TV e filmes sob demanda, sem incomodar ninguém com comerciais. Mais: ainda cobra muito barato, comparando com preços dos canais de TV a cabo.


Acompanhe a evolução dos assinantes da Netflix de 2007 até hoje no gráfico.


A evolução da Netflix em números

E os dois engenheiros? Reed Hastings, um deles, continua lá, como CEO e chairman, comandando a expansão da Netflix no mundo e bancando seus altíssimos investimentos em conteúdo original (6 bilhões de dólares só em 2017).


É uma montanha de dinheiro, muito mais do que a concorrente Amazon investe em conteúdo próprio, mas é o que garante séries sensacionais, das veteranas House of Cards a Orange is the New Black às mais novas Stranger Things e Master of None.


O outro engenheiro, Marc Randolph, o primeiro CEO da Netflix, saiu da empresa há 15 anos, depois da abertura de capital na bolsa.


Hoje baseada em Los Gatos, Califórnia, a Netflix tem valor de mercado de 72,9 bilhões de dólares. mais de dois terços do valor da Disney (102 bilhões de dólares).


#Cinema #Filmes #Netflix #Séries