• Sandra Carvalho

Estradas brasileiras matam 17 pessoas por dia

A maior parte das mortes aconteceu em Minas Gerais, Paraná e Bahia.


Na estrada: falta de atenção e velocidade alta causam mortes  |  Foto: cc Diogo Moreira/A2 Fotografia/Fotos Públicas

Em 2016, os acidentes nas estradas chegaram a 216 mil no Brasil, e mataram 6398 pessoas. É uma média de 17,5 pessoas por dia, abaixo dos anos anteriores, mas alta demais para um país civilizado.


Mais de 90% das mortes nas estradas acontece em países pobres ou em desenvolvimento, como o Brasil. Detalhe: esses países não têm nem metade da frota mundial de veículos.


A Volvo faz há três anos o Atlas da Acidentabilidade no transporte brasileiro, baseando-se nos dados da Polícia Rodoviária Federal.


Os dados mostram uma queda positiva do número de acidentes e mortes, mas numa progressão muita lenta para os estragos causados.



Há uma relação direta entre a queda de acidentes o número de mortes, mas não inteiramente proporcional.


O maior número de mortes aconteceu em 2016 nos estados de Minas Gerais ( 830), Paraná (652) e na Bahia (610).


Os piores indicadores de mortes a cada mil acidentes foram do Maranhão (146) Amazonas (132) e Tocantins (130).


As causas de mortes, segundo o Atlas da Volvo, se modificaram pouco em 10 anos. Veja quais foram elas no ano passado.


1. Falta de atenção: 1215

2. Velocidade incompatível: 914

3. Ultrapassagem indevida: 510

4. Ingestão de álcool: 439

5. Desobediência à sinalização: 370

6. Motorista dormindo: 290

7. Defeito mecânico em veículo: 128

8. Não guardar distância de segurança: 99

9. Animais na pista: 90

10. Defeito na via: 82

11. Outras causas: 2261


Os números brasileiros são alarmantes, mas não mais alarmantes que os dados globais de mortes nas estradas. Atualmente morre 1,3 milhão de pessoas em acidentes de estrada todos os anos.


Além disso, entre 20 e 30 milhões são feridos ou ficam com limitações físicas por causa desses acidentes.


A Associação Internacional para a Segurança de Viagens por Estradas estima que, se nada for feito, os acidentes nas estradas serão a quinta maior causa de morte no mundo em 2030. Hoje, já são a nona.


#Acidentes #AcidentesDeCarro #Brasil #Estradas #MG #Rankings #Transportes #Volvo