• Sandra Carvalho

Exercício protege contra 7 tipos de câncer

Atividade física baixa o risco de câncer do fígado e do rim, entre outros.

Atividade física: eficácia comprovada | Foto: cc0 Maryna Yazbeck

Até os marcianos já sabem, a esta altura, que exercícios físicos fazem bem para a saúde e protegem o corpo contra várias doenças, inclusive câncer.


Agora um estudo de cientistas de Harvard, Instituto Nacional do Câncer dos EUA e Sociedade Americana do Câncer indicou exatamente quantas horas de atividade física nas horas de lazer são necessárias para proteger contra 7 tipos específicos de câncer.


Eles se basearam em dados de 750 mil pessoas adultas e na análise de 15 tipos de câncer, e suas recomendações foram publicadas no Journal of Clinical Oncology.


Veja mais: Exercício espanta stress e depressão, garantem Yale e Oxford


Atualmente a recomendação das autoridades médicas americanas é de 2 duas horas e meia a 5 horas de atividade física moderada por semana, ou de 1,25 a duas horas e meia de atividade vigorosa.


Atividade moderada é aquela em que uma pessoa gasta de 3 a 6 vezes mais energia por minuto do se estivesse sentada calmamente (de 3 a 6 METs, equivalentes metabólicos). Atividade física vigorosa é aquele em que a pessoa queima mais de 6 METs.


Quanto mais METs gastos, mais baixo o risco de 7 tipos de câncer. Veja quanto:


1 - Câncer do fígado: entre 18% e 27% menos risco


2 - Mieloma: entre 14% e 19%


3 - Câncer de endométrio: entre 10% e 18%


4 - Câncer do rim: entre 11% e 17%


5 - Linfoma não Hodgkin: entre 10% e 18%


6 - Câncer de cólon em homens: entre 8% e 14%


7 - Câncer do seio em mulheres: entre 8% e 10%


#AtividadeFísica #Câncer #Doenças #Exercícios #Harvard