• Sandra Carvalho

Fotos: o cometa Neowise anima os céus mundo afora

Fotógrafos de boa parte do globo registram o cometa iluminando as noites de julho.


O cometa Neowise visto em Deary, Idaho, EUA: no céu estrelado | Foto: cc0 David French/Unsplash

O cometa Neowise está fazendo uma visita rápida ao sistema solar - em meados de agosto se despede para voltar só daqui a 6.800 anos. Fotógrafos em boa parte do mundo aproveitam chance de flagrar o cometa cortando os céus enquanto podem.


Hoje o Neowise se aproxima ao máximo da Terra, passando a 103 milhões de distância (nenhum perigo à vista). Hoje também ele começa a ser visto no Brasil, na região Nordeste. Na sexta-feira ele começa a aparecer no Sudeste do país. No domingo, no Sul.


É a primeira vez, desde os anos 90, que se vê um cometa tão brilhante quanto o Neowise. Seu núcleo mede aproximadamente 5 quilômetros de diâmetro, e sua cauda de poeira e íon se alonga por milhares ou até milhões de quilômetros.


Veja as fotos que o cometa tem protagonizado ao redor do mundo, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, onde ele pôde ser visto a olho nu até agora :


O cometa e a Via Láctea vistos em Lika, Croácia | Foto: cc Šime Barešić/Flickr
O cometa perto de Medford, Oregon, EUA | Foto: cc David Wood/Wikimedia Commons
O Neowise clicado na cidadezinha de Bad Camberg, Alemanha | Foto: cc Frank Lammel/Flickr
O cometa corta o céu escuro na comunidade de Caliente, Califórnia, EUA | Foto: cc Jason Hullinger/Flickr
Neowise em Collioure, nos Pireneus Orientais, França | Foto: cc Naboton/Wikimedia Commons
Flagrante do Neowise em Big Pine, na Califórnia, EUA | Foto: RS2 Photography/Flickr
Presença sutil do Neowise no céu de Havelland, Alemanha | Foto: cc Manolk Gómez/Flickr
O cometa enfeita a paisagem da ilha Merritt, na Flórida, EUA | Foto: cc Jill Bazeley/Flickr
O Neowise fotografado na Floresta Negra perto de Freiburg, Alemanha | Foto: Stephen Theobald/Wikimedia Commons
O cometa e o mar em Rewa, na Polônia | Foto: cc Adam Kumiszcza/Wikimedia Commons
A cauda do cometa corta os céus de Junction City, Nevada, EUA | Foto: cc James Marvin Phelps/Flickr
Neowise em Kasargi, região de Chelyabinsk, Rússia | Foto: cc0 Daniil Silantev/Unsplash
O cometa perto da Fortaleza Klis, na Croácia | Foto: cc Ballota/Wikimedia Commons
O cometa em Newark, EUA | Foto: cc0 Cyrus Press/Unsplash
Neowise perto da antena da ISS em Cornwall, na Inglaterra | Foto: cc Nathanial Bradford/Wikimedia Commons
O cometa clicado em Regensburg, na Alemanha | Foto: cc Lucas Schlagenhuaf/Flickr
O cometa em Sankt Florian, na Áustria | Foto: cc H. Raab/Wikimedia Commons
Neowise clicado perto da ponte Golden Gate, em San Francisco, EUA | Foto: cc Darshan Shankar/Wikimedia Commons
O cometa nos céus de Toronto, Canadá | Foto: cc0 Zhanjiang Chen/Unsplash
Neowise na paisagem estrelada de Zurich, Califórnia, EUA | Foto: cc RS2 Photography/Flickr

Veja mais: Pode confiar: o universo tem mesmo 13,8 milhões de anos


#Astrofotografia #Cometas #Espaço #Fotografia