• Sandra Carvalho

Gatos e cachorros: quem é mais esperto?

A Ciência se decidiu pelos cães, que têm o dobro de neurônios dos gatos.


 Gato e cachorro: disputa | Foto: cc0 Pixabay

Fãs de gatos e cachorros discutem há séculos quem é o pet mais inteligente. Agora a ciência tem chance de pelo menos iluminar essa discussão.


Medindo o número de neurônios no córtex do cérebro dos animais, não há como fugir: os cachorros têm a melhor cabeça. Contam com 530 milhões de neurônios, e os gatos não passam de 250 milhões. Humanos, só para constar, têm 16 bilhões.


Quem anda contando os neurônios dos animais carnívoros é a professora de Psicologia e Ciências Biológicas Suzana Herculano-Houzel, da Universidade Vanderbilt, no Tennessee, Estados Unidos.


"Os cachorros têm mais neurônios, embora não o maior cérebro entre os animais carnívoros", observou Susana, num comunicado da Vanderbilt.


"O número absoluto de neurônios de um animal, especialmente no córtex cerebral, determina a riqueza de seu estado mental interno e sua habilidade de prever o que vai acontecer no ambiente com base em sua experiência passada", ela explicou.

Tamanho de cérebro não é documento | Ilustração: Jeremy Teaford/Universidade Vanderbilt

Entre os colaboradores de Suzana estão duas brasileiras, Débora Messeder e Fernanda Pestana, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Os outros são dos próprios Estados Unidos, Arábia Saudita e África do Sul.


A equipe analisou o cérebro de oito espécies carnívoras - furões, mangustos, guaxinins, gatos, cachorros, hienas, leões e ursos-marrons.


Viu que tamanho de cérebro não é documento - o que há dentro deles, sim. Um golden retriever pode ter cérebro três vezes menor que grandes predadores, mas tem mais neurônios que eles.


Um urso pode ter o cérebro dez vezes maior que o de um gato, mas vai empatar com ele em número de neurônios.


#Biologia #Cachorros #Cerebro #Gatos #Neurociência #UniversidadeVanderbilt