• Sandra Carvalho

Há milhões de árvores no deserto do Saara!

Graças a inteligência artificial, foram descobertas centenas de milhões de árvores na região.


Paisagem das terras secas da África Ocidental | Foto: Martin Brandt/Universidade de Copenhague

Uma equipe internacional de cientistas descobriu centenas de milhões de árvores em pleno deserto do Saara, em vez de encontrar apenas as esperadas dunas douradas de areia.


Imagens de satélites da NASA analisadas com inteligência artificial revelaram uma quantidade de verde inimaginada até agora para terras tão secas. As árvores são espalhadas, sem formar canópias cerradas.


Os cientistas analisaram uma área de 1,3 milhão de km2 da África Ocidental que abrange o deserto do Saara, a região do Sahel e zonas subúmidas.


A surpresa maior do estudo foi a existência dessas centenas de milhões de árvores crescendo no solo desértico do Saara.


Foi contado 1,8 bilhão de árvores e arbustos com copas maiores do que 3 m2 na região estudada. Dessa forma, o número total de árvores é ainda maior, já que as menores ficaram de fora.


Contagem das árvores


Os cientistas usaram imagens detalhadas de satélites fornecidas pela NASA e aprendizado profundo, um método avançado de inteligência artificial.


Assim, conseguiram enxergar as árvores que em imagens normais de satélites não apareceriam, pois essas imagens não mostram árvores individuais.


O algoritmo de aprendizado profundo para contagem das árvores foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Copenhague, que lideraram o estudo.


Eles alimentaram o modelo de aprendizado profundo com 90 mil imagens de diferentes árvores para que fosse capaz identificar automaticamente as árvores e mapeá-las rapidamente.


Segundo os cientistas, o modelo faz em algumas horas o que humanos levariam milhares de horas para fazer.


O estudo foi publicado na Nature.


Veja mais: Bordo-vermelho, uma árvore que ama as cidades


#UCPH #África #DesertodoSaara #AprendizadodeMáquina