• Sandra Carvalho

Iguana negra do Caribe está ameaçada

Ela é uma nova espécie. Sofre pressão dos caçadores e de outras iguanas invasoras.


Iguana negra na ilha de Saba, no Caribe: em perigo | Foto: cc Michel Breuil

Mal foi descoberta, a iguana negra do Caribe (Iguana melanoderma) já mostra que corre risco de desaparecer. Ela foi encontrada nas ilhas Saba e Montserrat, nas Antilhas Menores.


O problema é que há gente que gosta de ter a iguana negra como um pet, em casa, e compra o animal, incentivando a caça predatória.


Mas não é só isso. A sobrevivência da iguana negra é dificultada também por iguanas invasoras, que vieram da América Central e da América do Sul.


As espécies cruzam, dando origem a uma descendência híbrida. E também competem por alimento.


As espécies invasoras são a iguana comum, sul-americana, a Iguana iguana iguana,

e a iguana verde, centro-americana, a Iguana rhinolopha.


Os cientistas que identificaram a iguana negra publicaram um estudo sobre ela no jornal ZooKeys. Veja dois belos exemplares da espécie. Quanto mais envelhecem, mais essas iguanas ficam negras.


Na primeira foto, a iguana negra de Montserrat. Na segunda, de Saba | Foto: Michel Breuil

Veja mais: Pizza e areia dão a maior prisão do mundo em lagarto


#Biologia #Caribe #EspéciesInvasoras #Répteis #Zoologia