• Sandra Carvalho

Já imaginou um planeta com chuva de ferro líquido? Pelo jeito, existe

O exoplaneta WASP-76 é gigante, quente e tem vapor de ferro que vira gotas de chuva.


Exoplaneta Wasp-76b: a 390 anos-luz | Ilustração: cc ESO

Em termos de excentricidade, é difícil achar um exoplaneta que bata o WASP-76b, da constelação de Peixes. Em tempo: um exoplaneta é um planeta que orbita uma estrela fora do sistema solar.


O exoplaneta WASP-76b é tão quente que produz vapor de ferro durante o dia - chega a 2.400 graus Celsius nesse período, o que é mais do que suficiente para vaporizar metais.


Mais surpreendente: carregado por ventos fortíssimos, esse vapor transforma em chuva de ferro durante a noite, quando a temperatura baixa a ainda quentíssimos 1.500 graus Celsius.


"Esses são provavelmente os climas mais extremos que se pode achar num planeta", comentou o professor de Astronomia David Ehrenreich, da Universidade da Genebra (UNIGE), na Suíça, um dos cientistas que estudou o WASP-76b.


O exoplaneta foi examinado através de um telescópio do ESO (European Southern Observatory) instalado no Deserto de Atacama, no Chile. A pesquisa foi publicada no jornal Nature.


#Espaço #ESO #Exoplanetas #Telescópios #UNIGE