• Sandra Carvalho

JOMO, a alegria de se desconectar

Que tal esquecer o que todo mundo está fazendo nas redes sociais (e fora delas) e focar em si mesmo?


Longe do celular e das redes sociais: alívio, em vez de ansiedade | Foto: cc0 Jan Phoenix/Unsplash

JOMO é um acrônimo bastante popular entre os millennials - a alegria de ficar de fora, de dar um tempo no Facebook e no Instagram, de ignorar o que andam fazendo os amigos e os conhecidos. Por horas, por dias e até por semanas.


Joy of Missing Out - JOMO, é a resposta ao FOMO - Fear of Missing Out, o medo de ficar de fora, de perder qualquer coisa que esteja rolando nas redes sociais ou na vida real - uma informação ou uma fofoca, um show, um filme, uma roupa, um meme.


FOMO é um reconhecido motor de stress e ansiedade, eficientíssimo em manter as pessoas coladas no celular dia e noite, sem descanso.


Os efeitos destrutivos do FOMO já foram reconhecidos pelo Google e pela Apple, que colocaram no iPhone e nos celulares Android meios de medir as horas de uso dos aparelhos e assim limitar os excessos - um belo incentivo ao JOMO.


JOMO não precisar ser necessariamente radical. Não é o caso de apagar conta do Facebook, do Instagram e do Twitter e cair no isolamento social completo. JOMO pode um detox digital light, ou algo como a advertência nas garrafas: Beba com moderação.


#Ansiedade #Celulares #Millennials #Stress #RedesSociais