• Sandra Carvalho

Jornal em papel já virou relíquia no Brasil

As edições digitais são quase quatro vezes mais populares que as impressas atualmente.


Estadão no Facebook
Banca de jornais e revistas em 2007 | Foto: cc José Reynaldo da Fonseca/Wikimedia Commons

Quem lê jornal em papel hoje em dia no Brasil? Muito pouca gente. O jornal com a maior circulação impressa no país, o Estadão, mal passa de 87 mil assinantes em papel, segundo a média mensal de 2020 apurada pelo IVC Brasil.


Os outros dois jornalões estão em patamares de assinaturas impressas muito semelhantes: o Globo também fica na faixa de 87 mil assinantes e a Folha de S. Paulo em 71 mil. Em tempo: 87 mil representam 0,046% da população brasileira.


Em contrapartida, as assinaturas digitais dos jornais mostram muito mais músculo. A Folha de S. Paulo é a número 1 aqui: beira os 267 mil assinantes. O Globo se aproxima de 245 mil e o Estadão, de 152 mil.


Os números, referentes à circulação de 2.020, foram publicados pela Folha.


As assinaturas se mostram a fonte mais confiável de receita dos jornais há anos, desde que o Google e o Facebook engoliram a parte de leão da publicidade, que era sua principal fonte de renda.


#Jornais #Mídia #Comportamento #Publicidade