• Sandra Carvalho

Músculos do rosto podem expor quem mente

Uma nova tecnologia israelense mede os músculos e flagra a mentira na hora.


Pinóquios
Pinóquios: 73% das mentiras podem ser detectadas | Foto: cc0 Jacqueline Macou/Pixabay

Cientistas da Universidade de Tel Aviv (#TAU) desenvolveram uma nova tecnologia capaz de detectar mentiras em 73% dos casos.


Eles partiram do princípio de que mentirosos contorcem músculos do rosto ao desfiar suas inverdades. Identificaram dois tipos de mentirosos: os que ativam os músculos das bochechas quando mentem e os que ativam os músculos das sombrancelhas.


Para medir o movimento dos músculos, eles usaram adesivos com eletrodos que capturam a atividade de músculos e nervos, treinados para pegar falsidades com aprendizado de máquina.


O estudo foi publicado em Brain & Behavior.


"Os detectores de mentiras existentes são tão pouco confiáveis que seus resultados não são admissíveis como prova em tribunais", comentou o professor Dino Levy, um dos autores do estudo da TAU sobre a mentira. "Praticamente qualquer pessoa pode aprender a controlar seus pulsos e enganar a máquina."


Para conseguir uma performance melhor que as dos detectores de mentiras atuais, os pesquisadores se basearam em sinais de eletromiografia dos eletrodos vindos dos adesivos colocados na bochecha bem perto da boca e nos músculos acima da sombrancelha das pessoas examinadas.


Os testes da tecnologia foram muito simples, usando as palavras "linha" e "árvore". Os participantes do teste foram divididos em duplas com fones de ouvido. Quando ouviam uma das duas palavras confirmavam o que ouviam ou mentiam.


Os participantes do teste foram incapazes de detectar quando seus parceiros apelavam para mentiras, mas os sinais elétricos dos eletrodos acertaram em 73% dos casos.


A próxima etapa da pesquisa será investigar mentiras mais complexas, que misturam componentes enganosos e verdadeiros, como acontece na vida real.


Seguindo nessa linha, os pesquisadores da Universidade de Tel Aviv acham que no futuro os eletrodos podem se tornar dispensáveis, com o treinamento de software de vídeo para identificar mentiras com base nos músculos do rosto.


Veja mais: Camiseta mede as batidas do coração