• Sandra Carvalho

McDonald's vive inferno astral na Coreia do Sul, com Bulgogi Burger

Suspeita-se de um caso de enterite em alunos do ensino básico que comeram o sanduíche.


McDonald's coreano:  hambúrger com sabor local é suspeito de contaminação    | Foto:  Woo H/Google Earth

O McDonald's da Coreia do Sul suspendeu provisoriamente as vendas do seu tradicional Bulgogi Burger, a adaptação do hambúrguer americano à culinária coreana, em meio a uma acusação de sanduíche contaminado.


O Ministério da Saúde está investigando o caso. Segundo a Bloomberg, uma professora e sete alunos do ensino básico disseram ter enterite (inflamação no intestino) depois de comer o Bulgogi Burger.


Hambúrgueres do McDonald's coreano | Foto: reprodução do site McDonald's

O problema aconteceu em Jeonju, uma cidade de pouco mais de 600 mil habitantes.


"A decisão de interromper as vendas dos burgers bulgogi é uma medida preventiva enquanto esperamos os resultados do Ministério da Saúde", diz comunicado do McDonald's publicado pelo Strait Times. "O McDonald's deseja aos clientes afetados uma recuperação rápida."


É a segunda vez que o McDonald's enfrenta acusações de comida contaminada. Em julho, a família de uma criança de quatro anos afirmou que ela ficou doente após comer um Bulgogi Burger mal-passado em outra cidade, Pyeongtaek.


De acordo com o Korea Times, testes feitos pela Agência dos Consumidores da Coreia em julho com alimentos de várias cadeias de fast food indicaram que o Bulgogi Burger do McDonald's tinha 3,4 vezes a quantidade de bactérias permitida.


O McDonald's não aceitou os resultados dos testes e afirmou que eles foram feitos fora dos padrões corretos.


#Contaminação #CoreiadoSul #FastFood #McDonalds #Sanduíches