• Sandra Carvalho

Olha só essa máquina da Mercedes-Benz. Até ela tem motores elétricos

A Mercedez-Benz vai desapegando aos poucos dos motores a combustão.


Project One: híbrido com tecnologia de F-1 | Foto: Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz já tinha avisado em março que teria 10 novos carros elétricos até 2022. Agora, no Salão do Automóvel Frankfurt, mostrou que irá muito mais longe que isso.


Todo o catálogo de carros da empresa terá opções elétricas dentro de cinco anos, comunicou. Serão 50 modelos de carros de passageiros, tanto híbridos quanto elétricos puros.


Como, pelo menos por enquanto, os carros elétricos dão menos dinheiro para as montadoras do que os carros com motores a combustão, a Mercedez-Benz adiantou que cortará 4 bilhões de euros de custos para bancar a virada.


O impacto da guinada da Mercedez-Benz em direção aos carros elétricos é significativo: a empresa vendeu no ano passado três milhões de carros no mundo.


Um dos destaques da Mercedes no Salão do Automóvel de Frankfurt foi o carro-conceito EQA, o primeiro totalmente elétrico compacto da empresa.


Com dois motores, ele pode rodar até 400 quilômetros sem recarregar.


Concept EQA: carro operado por smartphone | Foto: Mercedes-Benz

Os planos da Mercedes-Benz para os carrinhos smart são mais radicais dos que para veículos de marca Mercedes: eles serão eletrificados antes dos outros modelos da empresa: até 2020.


O compromisso com a eletrificação de seus carros não significa que a Mercedes-Benz desapegou totalmente dos motores a combustão.


Seu carro mais espetacular em Frankfurt, o Project One, é um híbrido que traz tecnologias da F-1 para as ruas fortemente apoiado no motor a combustão.


O Project One é um carro esportivo que faz mais de 350 quilômetros por hora. É um híbrido plug-in, com motor a combustão e quatro motores elétricos. Vai estrear em 2019.


Precinho da super máquina: 2,27 milhões de euros. Em reais de hoje, 8,5 milhões de reais.


#Carros #CarrosElétricos #Empresas #MercedesBenz #Sustentabilidade