• Sandra Carvalho

Miami é a pior cidade para morar nos Estados Unidos?

É o que diz o site 24/6 Wall St, especializado no mercado financeiro.


Carrão em Miami: desigualdade social e casas mais caras que em outras cidades americanas | Foto: cc0 Pixabay

Miami, a cidade que os brasileiros adoram, parece não oferecer muitos motivos racionais para ser amada.


Num levantamento do site 24/t Wall St., especializado em informações para o mercado financeiro, Miami ficou como a pior entre as 50 piores cidades americanas para morar.


Miami tem população de 430 mil habitantes. Um em cada quatro vive na pobreza (a taxa é exata é de 26,2%).


O preço médio de uma casa lá é de 245 mil dólares, acima da média americana, de 181 mil dólares. Mas a renda média por família é mais baixa, de 32 mil dólares, contra a média nacional de 54 mil dólares.


"A maior parte dessas casas está fora do alcance dos residentes em Miami ou é uma sobrecarga financeira para eles", definiu o 24/7 Wall St.


A desigualdade social é marcante: na área metropolitana de Miami, 1% do topo da pirâmide de renda ganha cerca de 2 milhões de dólares anualmente, 45 vezes mais que a média, segundo o site.


A taxa de crimes violentos, de 1.060 a cada mil habitantes, também é várias vezes mais alta que a média americana.


O levantamento do 24/7 Wall St. levou em consideração 550 cidades com mais de 65 mil habitantes em 2015. Foram considerados dados sobre crime, demografia, economia, educação, meio ambiente, saúde, habitação, infraestrutura e lazer.


Muitas outras cidades bem conhecidas e cotadas entre brasileiros entraram na lista das 50 piores, mas na rabeira, quase saindo do ranking : Boston, Washington, Nova York e San Francisco.


#Cidades #EUA #Flórida #Miami