• Sandra Carvalho

Nesse planeta, o céu é amarelo e a temperatura é de 1.650º

O exoplaneta WASP-79b fica na constelação Erídano, a 780 anos-luz da Terra.


WASP-79b: orbitando uma estrela mais quente que o Sol | Ilustração: NASA/ESA/L.Hustak

Aos olhos dos terráqueos comuns, o exoplaneta WASP-79b é dos mais estranhos que existem. O céu amarelo durante o dia é apenas uma de suas excentricidades.


Um grupo de astrônomos estudou o WASP-79-b usando dados do telescópio espacial Hubble, da NASA e da ESA, a agência espacial europeia; do satélite TESS, da NASA, e dos telescópios do Observatório de Las Campanas, no Chile, do consórcio Magellan.


O WASP-79b é um planeta gasoso gigante, que fica na constelação Erídano, a 780 anos-luz da Terra. Tem duas vezes a massa de Júpiter, com uma temperatura inimaginável: 1650º Celsius, aquela que faz o vidro derreter. Foi descoberto em 2012.


Fica na categoria dos exoplanetas chamados Júpiteres quentes. São gasosos como Júpiter, mas muito mais quentes, com órbitas bem próximas de suas estrelas.


O WASP-79b se movimenta tão perto de sua estrela - maior e mais brilhante que o Sol - que consegue completar uma órbita em três dias e meio.


Os astrônomos supõem que possa chover ferro derretido no exoplaneta, a partir de nuvens de sulfeto de mangânes ou silicato. O estudo sobre o exoplaneta foi publicado em The Astronomical Journal.


O céu amarelo do WASP-79b não é algo que os cientistas explicaram. Eles acham que a cor é uma indicação forte de processos atmosféricos desconhecidos, mas isso não dão essa hipótese como 100% certa.


"Como é a primeira vez que vemos isso, não temos certeza da causa", comentou a cientista planetária Kristin Sowalter Sotzen, da Universidade Johns Hopkins (JHU), que liderou o estudo do exoplaneta.


Veja mais: Queria ver como nasce um planeta? Agora está mais fácil


#ESA #Espaço #Estrelas #Exoplanetas #JHU #NASA #Planetas #Satélites #Telescópios