• Sandra Carvalho

No futuro, São Paulo terá mais chuva e o Rio terá mais seca

Com a mudança de clima, eventos extremos serão muito mais comuns na região Sudeste.


Tempestade em São Paulo: efeitos da mudança de clima já são sentidos | Foto: cc Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

O tempo vai mudar para 85 milhões de brasileiros nos próximos anos - todos os que vivem no Sudeste. As mudanças de clima alteraram os padrões de chuva da região.


No Estado de São Paulo, vai chover mais - mais dias, com muito mais volume de água e mais tempestades. No Rio de Janeiro e no Espírito Santo, haverá menos dias de chuvas, mais seca e mais tempestades.


As previsões fazem parte de um estudo de mais de 70 anos de dados meteorológicos da Agência Nacional de Águas publicado no Journal of Climatology no dia 2 de agosto. O período estudado vai de 1938 a 2012.


"Onde chove muito vai chover mais. Onde há seca vai ficar mais seco", disse Leila Maria Vespoli de Carvalho, professora de Geografia da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, uma das cientistas envolvidas na pesquisa, ao jornalista Peter Moon, da Agência Fapesp.


"Os efeitos sobre a cidade de São Paulo já estão sendo sentidos com grande intensidade", observou Maria Assunção Faus da Silva Dias, professora da USP.


"As ilhas de calor em uma cidade do tamanho de São Paulo criam condições para formação de tempestades. A proximidade do oceano Atlântico ajuda a formação dessas tempestades com o fornecimento de vapor d'água."


O estudo constatou uma tendência de mais eventos extremos na região Sudeste - mais tempestades, mas inundações. "Pontos fora da curva, para mais e para menos, devem aparecer com maior frequência nos próximos anos do que no passado", alertou Maria Assunção.


#Chuva #MudançadeClima #RJ #SP #Seca #Tempestades