• Sandra Carvalho

No ranking da paz, a Islândia fica em 1º lugar. O Brasil, em 126º

O Índice Global da Paz de 2020 acaba de sair com 163 países.


Jökulsárión, Islândia: um país tão pacífico quanto gelado | Foto: Rolf Gelpke/Unsplash

O paraíso da paz no mundo fica na Islândia, uma ilha nórdica tão gelada quanto rica, onde moram pouco mais de 340 mil pessoas. Ali se tem uma expectativa de vida de 83 anos e renda per capita de 68 mil dólares.


A Islândia foi rotulada de novo como o país mais pacífico do mundo no Índice Global da Paz de 2020, feito pelo Instituto para Economia e Paz, uma ONG australiana bancada pelo bilionário de TI Steve Killelea. É a décima- terceira vez consecutiva que o país fica em primeiro lugar nesse ranking.


O Brasil, com seus 211 milhões de habitantes, expectativa de vida de 76 anos e renda per capita de 9 mil dólares, 7 vezes e meia menor, ficou em 126º lugar no índice. Caiu três posições em relação à lista de 2019.


O índice avalia 23 indicadores, que incluem guerras, conflitos internos, terrorismo, assassinatos, protestos, número de presos, posse de armas, gastos militares e instabilidade política.


Depois da Islândia, os países mais bem colocados este ano são Nova Zelândia, Portugal, Áustria e Dinamarca. A Europa, como sempre, é a região do mundo com mais paz no índice de 2020.


Os cinco países lanterninhas em paz estão literalmente em guerra - são Afeganistão, onde a situação é a mais precária de todas, Síria, Iraque, Sudão do Sul e Iêmen. O Oriente Médio e o Norte da África se caracterizam como as regiões com menos paz.


Vários dos países mais poderosos do globo se situam na rabeira do Índice Global da Paz este ano. Os Estados Unidos ficam em 121º lugar, a China um pouco mais à frente, em 104º, e a Rússia em 154º. Confira no mapa.


Mapa da Paz de 2020 | Gráfico: Global Peace Index 2020

Veja mais: Declínio das democracias: o ranking da liberdade de 2020


#África #Brasil #Europa #Islândia #OrienteMédio #Paz #Rankings