• Sandra Carvalho

Novo desinfetante promete proteger de coronavírus por 90 dias

O produto foi desenvolvido por cientistas de Hong Kong e já está sendo usado na cidade.


Bom demais para ser verdade? Pulverizador da Germagic em creche de Hong Kong | Foto: Germagic

Que tal um desinfetante com o poder de fulminar 99,9% dos vírus, bactérias e fungos em superfícies, capaz de proteger ao mesmo tempo da Covid-19, sarampo, caxumba e rubéola por até 90 dias seguidos?


Pesquisadores da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (HKUST) passaram dez anos desenvolvendo esse desinfetante, bem a tempo de ele chegar ao mercado em plena pandemia de coronavírus.


Trata-se de um spray chamado MAP-1 (polímero antimicrobiano multinível). Aplicado com um pulverizador, ele protege superfícies de metal, concreto, madeira, plástico, tecidos e couro.


O novo desinfetante deposita um revestimento protetor nas superfícies que não altera a aparência e a sensação tátil desses materiais, segundo os cientistas.


O revestimento é formado por milhões de nanocápsulas de desinfetante. Essas nanocápsulas liberam o desinfetante quando há contato humano, ativadas por polímeros sensíveis a calor.


Testado nas cortinas do Hospital Kowloon de Hong Kong, o MAP-1 conseguiu uma redução de 98,7% das bactérias resistentes a remédios em três semanas, conforme a HKUST.


Testado também nas roupas de cama de uma casa de repouso de idosos de Hong Kong, o MAP-1 diminuiu 95,8% da quantidade total de bactérias.


De acordo com a universidade, o MAP-1 aniquila até vírus não-envelopados, os mais difíceis de desativar (o SARS-CoV-2 é envelopado, então pode ser desativado de forma ainda mais fácil).


Um componente do desinfetante é o óleo essencial de tomilho, conhecido pelo poder antimicrobiano.


Conforme a Comissão Nacional de Saúde da China (NHC), o desinfetante não é tóxico. O estudo da HKUST sobre o MAP-1 e sua eficácia já foi publicado.

A HKUST teve um parceiro comercial, a Chiaphua Industries, no desenvolvimento do MAP-1. A Chiaphua é um grande conglomerado de Hong Kong, que já explora o desinfetante com a marca Germagic.


Para combater o novo coronavírus, a HKUST e a Germagic aplicaram o MAP-1 em dezenas creches, casas de repouso e escolas. Também usaram o desinfetante em shopping centers, igrejas e academias. Mais de mil moradias de baixa renda também foram pulverizadas.


Uma versão do desinfetante para uso doméstico será lançada pela Germanic, em embalagens de 50 ml e 200 ml, custando entre 70 e 200 dólares de Hong Kong (entre 50 e 177 reais). O preço é estratosférico, mas pensando no custo-benefício... Se realmente for tudo o que os cientistas prometem, pode valer a pena.


Veja mais: Quanto, afinal, dura o novo coronavírus nas superfícies?

Rodo da USP com radiação UV aniquila coronavírus


#Bactérias #Coronavírus #Desinfetantes #Fungos #Germes #HongKong #HKUST #Micróbios #NHC #Vírus