• Sandra Carvalho

Novo sapo-miniatura de Madagascar vive perigosamente

A região do Stumpffia froschaueri tem muito desmatamento, incêndios e secas.


O novo sapinho na floresta Ankarafa | Foto: cc 4.0 Gonçalo Rosa

Um time internacional de cientistas identificou uma nova espécie de sapo-miniatura na região de Sahamalaza, em Madagascar, o Stumpffia froschaueri.


O nome de batismo é uma homenagem a um tipógrafo de Zurique do século 16, Christoph Froschauer. Ele imprimiu grandes obras de seu tempo, como as de Lutero, Erasmo e Zwingli, e marcava todos seus livros com uma xilogravura de sapos sob uma árvore.


A nova espécie de sapo-miniatura foi encontrada em três áreas de florestas de Sahamalaza, uma região muito agredida por desmatamento, incêndios e secas. As três áreas fazem parte de uma reserva da Unesco, mas são pouco fiscalizadas por Madagascar e exploradas por madeireiros.


Segundo os cientistas, o Stumpffia froschaueri difere das outras espécies de Stumpffia em coloração, morfologia e genética. No passado, o sapinho já foi confundido com a espécie Stumpffia pygmaea, devido a seu tamanho diminuto.


O estudo foi publicado no jornal ZooKeys, assinado por pesquisadores do CIBIO, centro de pesquisas em biodiversidade e recursos genéticos.


Veja mais: Essa serpente vai lembrar Salazar Sonserina para sempre


#Anfíbios #Biodiversidade #Biologia #CIBIO #Madagascar #Sapos #Zoologia