• Sandra Carvalho

O espetáculo do mundo animal em 21 fotos

O Museu de História Natural de Londres divulgou fotos sensacionais premiadas deste ano.


Há 56 anos o Museu de História Natural de Londres deslumbra uma vez por ano os fãs da vida selvagem com seu concurso Wildlife Photographer of The Year. A cada ano, as fotos parecem ainda melhores.


O grande prêmio de 2020 foi para o fotógrafo russo Sergey Gorshkov. Ele venceu com a foto de uma fêmea de tigre-siberiano (Panthera tigris altaica, espécie ameaçada, conhecida também como tigre-de-amur), abraçando docemente um pinheiro no extremo oriente da Rússia.


"Caçada até a beira da extinção no século passado, a população de tigre-de-amur ainda hoje é ameaçada pela caça ilegal e pela exploração da madeira das florestas", comentou Tim Littlewood, um dos jurados, diretor de Ciência do museu.


"A visão notável da tigresa imersa em seu ambiente nos oferece esperança", continuou. "Através do poder emotivo único da fotografia, somos lembrados da beleza do mundo natural e da nossa responsabilidade de protegê-lo."


A população de tigre-siberiano chegou a se reduzir a 20 ou 30 indivíduos, mas tem se recuperado graças a esforços de conservação, e hoje é estimada em 550 animais.


Veja a seguir algumas outras fotos vencedoras das diversas categorias do concurso e várias das finalistas. Os nomes dos autores estão no topo do lado esquerdo de cada imagem.



Veja mais: O retorno dos demônios-da-tasmânia, 3 mil anos depois


#VidaSelvagem