• Sandra Carvalho

O mar profundo está esquentando aos poucos


A temperatura do fundo dos oceanos sobe entre 0,02 a 0,04 graus Celsius por década.


Fundo do mar: aquecimento lento | Foto: cc NOAA Okeanos Explorer Program/Flickr

No mar profundo, a temperatura costuma flutuar pouco - é medida em milésimos de grau. Mas nem por isso deixa de refletir as tendências de aquecimento da Terra das últimas décadas.


Cientistas do Laboratório Oceanográfico e Meteorológico do NOAA, agência americana para os oceanos e a atmosfera, constataram que a temperatura do mar profundo aumentou em 0,02 e 0,04 graus Celsius entre 2009 e 2019, notadamente em profundidades de mais de 4.500 metros.


Eles analisaram uma década de dados em quatro diferentes lugares da bacia argentina do Oceano Atlântico, na costa do Uruguai. Todos eles indicavam o mesmo nível de aquecimento.


Para os cientistas, a elevação da temperatura está em linha com as tendências de aquecimento do oceano raso e é consistente com as mudanças climáticas provocadas pela ação do homem.


O estudo foi publicado no jornal científico Geophysical Research Letters e foi divulgado pela União Geofísica Americana.


Veja mais: Geleira da Antártica perde de 6 a 16 metros por ano


#OceanoAtlântico