• Sandra Carvalho

Atrás das guerras e da violência urbana, o comércio de armas

Israel, Rússia e Noruega são os maiores exportadores de armamentos convencionais.


Armas: Israel lidera o ranking das exportações convencionais de armamentos   |  Foto: cc0  Specna Arms/Unsplash

Entre guerras e violência urbana, só ganha ao certo quem fabrica e vende armas.


As exportações de armamentos convencionais entram, assim, com uma pegada negativa no relatório de 2017 sobre os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU feito pela rede SDSN e a fundação Bertelsmann Stiftung.


A ideia inicial era produzir um ranking com o comércio de pequenas armas, pelo impacto que elas têm nos países em desenvolvimento, mas os dados não eram confiáveis - boa parte desse comércio é ilegal.


O ranking então foi feito com base nas exportações convencionais de armamentos.



#Armas #Economia #Guerras #Israel #Noruega #Rankings #Rússia #Violência