• Sandra Carvalho

Os donos da indústria bilionária da guerra

As empresas americanas dominam 61% do mercado de armas em todo o mundo.


Super Hornet, aeronave bélica da Boeing | Foto: cc0 Cibi Chakravarthi/Unsplash

Ninguém chega perto dos Estados Unidos quando se trata de vendas de armas. Lockheed Martin, Boeing, Northrop Grumman, Raytheon e General Dynamics, todas americanas, jogam no mundo 166 bilhões de dólares de armamentos por ano.


Num ranking das 25 maiores companhias da indústria bélica, os Estados Unidos colocam 12 empresas, três vezes mais do que qualquer outro país. Com elas, dominam 61% do mercado de armas.


Em segundo lugar na lista vem a China, com quatro empresas. O Reino Unido entra com duas. A França, também com duas.


O ranking da venda de armas, que inclui armamentos e serviços militares, é feito por uma organização sueca, o Stockholm International Peace Research Institutute, conhecido por sua sigla em inglês, SIPRI.


Globalmente, as vendas de armas movimentaram 361 bilhões de dólares em 2019, 8,5% a mais do que em 2018. Confira o gráfico:



Veja mais: Como os Estados Unidos atulham o mundo de plástico


#Armas #Vendas