Ovário do futuro, impresso em 3D, já funciona em camundongos

Biopróteses de ovário podem ajudar mulheres estéreis a terem filhos.


Filhotes desenvolvidos em ovário artificial | Imagem: Universidade Northwestern

Olhe os filhotes de camundongo aí acima. Eles foram gerados e se desenvolveram num ovário impresso em 3 D implantado na mãe.


A experiência desse ovário do futuro é da universidade Northwestern, em Evanston, arredores de Chicago. Foi relatada no jornal Nature Communications.


A ideia é desenvolver biopróteses de ovário como essa para permitir que pessoas jovens que tiveram doenças como câncer e se tornaram estéreis com o tratamento possam ter filhos.


O objetivo é devolver a fertilidade a essas mulheres, diz uma das pesquisadoras, Teresa Woodruff, em vídeo do Guardian.


Nos camundongos, os ovários permitiram o nascimento de filhotes saudáveis. Resta agora desenvolver a tecnologia para humanos.


As biopróteses de ovário impressas em 3D têm andaimes de hidrogel microporoso. O 3D foi essencial para manter a forma esferoide dos folículos, considerada essencial pelos cientistas para a experiência dar certo.


#Gravidez #Impressão3D #Medicina #Northwestern #Próteses #ReproduçãoHumana